Fábrica de Óculos do Cacém
Av. dos Bons Amigos, nº 38 A
Cacém, junto à estação
Seg-Sáb: 10:00 às 19:30
Hora de Almoço: 13:00 às 14:30
219 180 122
Ligue-nos

Adaptação às novas lentes: algo mais que necessário

Sempre que se muda de óculos ou de lentes, os nossos olhos têm de se adaptar a elas. Não só porque a graduação mudou, mas porque o peso das armações é diferente e porque as lentes são mais novas e têm menos riscos e sujidade que as anteriores.

Se ficou muito tempo sem verificar a sua graduação e agora a graduação das lentes foi drasticamente aumentada, o centro do cérebro tem de se habituar às novas impressões visuais antes de voltar a desfrutar de uma visão perfeita e confortável. Por isso, tenha paciência com os seus olhos. Geralmente, recomenda-se um teste aos olhos, a cada dois anos, para quem já use óculos.

No caso de óculos com lentes progressivas, que facilitam uma visão nítida em todas as distâncias, as zonas para diferentes distâncias de visão combinam continuamente umas com as outras. Isso possibilita ver cada detalhe com clareza, de perto e de longe, sem saltos na imagem. Porém, consoante o tamanho das lentes pode demorar um pouco para que estas distâncias sejam ajustadas e processadas pelo seu campo de visão.
A familiarização é especialmente difícil para pessoas com mais idade, se as diferenças entre as faixas de perto e de longe forem grandes.
Tente usar as lentes o dia todo, mas, se o uso dos óculos parecer atrapalhar durante este período, comece apenas quando estiver sentado e vá se adaptando lentamente.

Normalmente o problema resolve-se facilmente e não é preciso voltar ao oftalmologista para pedir ajuda. Mas, se precisar, venha até à Fábrica de Óculos do Cacém que nós ensinamos-lhe alguns truques para facilitar a adaptação!

Deixe um comentário