Fábrica de Óculos do Cacém
Av. dos Bons Amigos, nº 38 A
Cacém, junto à estação
Seg-Sáb: 10:00 às 19:30
Hora de Almoço: 13:00 às 14:30
219 180 122
Ligue-nos

Teresa Guilherme volta à Chiado Eyeglass Factory pela 3.ª vez com a mãe

 

Quem visita a Chiado Eyeglass Factory volta sempre. É o caso de Teresa Guilherme e da mãe, Lídia Ribeiro. E os motivos para o regresso vão muito para além do óbvio. É claro que ambas reconhecem a oferta diversificada da ótica. “Há muita dificuldade na escolha, porque existe tanta coisa que uma pessoa até se perde. Há uma escolha interminável, o que é bom, porque saímos exatamente com o que nos fica bem”, afirma a apresentadora. “Aqui, a dificuldade é a fartura!”, completa Lídia.

Além disso, tanto Teresa Guilherme, como a mãe, só têm elogios para as consultas da Fábrica de Óculos do Cacém e do Chiado. E não podia ser de outra maneira. Por exemplo, estes exames à visão são feitos com equipamentos de ponta, o que possibilita um diagnóstico detalhado e preciso dos olhos. De resto, as consultas são muito mais do que análises à visão: aí, os pacientes podem receber importantes conselhos para cuidar diariamente dos olhos.

“O optometrista é muito simpático e é eficaz, porque dá-nos recomendações bastante úteis. No meu caso, aconselhou-me a colocar umas gotinhas nos meus olhos, que são muito secos. É algo com que não tenho muito cuidado e ele recomendou-me e tivemos uma conversa sobre os motivos para eu começar a usar essas gotas”, conta Teresa.

Também seria impossível ignorar outra característica de relevo das consultas: o facto de serem gratuitas. “É uma qualidade muito importante, porque devemos fazer, de forma frequente, o exame aos olhos, como a tudo o resto, todos os anos. É maravilhoso”, elogia a apresentadora.

Como é óbvio, a graduação das armações em apenas 20 minutos também merece aplausos de ambas. Mas um dos aspetos que Teresa Guilherme e a mãe valorizam na ótica é o espírito de família: “Passamos sempre um tempo divertido e é um ótimo pretexto para estar com a minha mãe. Sentimo-nos crianças, ao experimentar tantos óculos. Além disso, vive-se um ambiente familiar, o que nos ajuda ainda mais”.

Deixe um comentário