Fábrica de Óculos do Cacém
Av. dos Bons Amigos, nº 38 A
Cacém, junto à estação
Seg-Sáb: 10:00 às 19:30
Hora de Almoço: 13:00 às 14:30
219 180 122
Ligue-nos

Durante pandemia, Rosa Bela sente-se em segurança na Fábrica de Óculos do Cacém e do Chiado

Sendo uma cliente assídua da Fábrica de Óculos do Cacém e do Chiado, Rosa Bela foi, novamente, às instalações desta ótica, acompanhada pelo companheiro, o ator Carlos Areia. Desta vez, a atriz tinha marcada uma consulta de contactologia, ou seja, uma consulta centrada na utilização de lentes de contacto.

Mas quais são as diferenças entre uma consulta de optometria e outra, de contactologia? A optometrista Natasha Teixeira responde: “Ambas têm o mesmo fundamento. No caso da optometria, o objetivo é saber qual é a graduação do paciente. Portanto, trata-se de uma avaliação, fazemos um rastreio. Perante a avaliação que fizermos de optometria, podemos encontrar uma segunda solução ótica. As lentes de contacto não são um meio de substituição, mas um complemento. E daí conseguimos, a partir da graduação calculada nas consultas de optometria, também, encontrar a graduação para as lentes de contacto”. Além disso, há pacientes que podem ter a mesma graduação tanto nos óculos, como nas lentes de contacto. E existem outros casos em que a graduação não corresponde.

Na situação de Rosa Bela, a graduação era a mesma, conforme a atriz soube numa consulta em que foram seguidas todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde, incluindo o uso da máscara cirúrgica. Aliás, esse cuidado notou-se desde o primeiro momento em que Rosa Bela pisou na ótica.

“Estão, de facto, a cumprir com todas as regras. Assim que cheguei, desinfetaram-me logo as mãos. Trouxe a minha máscara de casa. Portanto, fiquei muito descansada e muito segura, mal entrei. Todos os funcionários estão de máscara, estão a cumprir o distanciamento obrigatório”, assegura Rosa Bela.

A companheira de Carlos Areia ainda sublinhou uma das principais vantagens das óticas, as consultas gratuitas: “É muito importante, porque nem todas as pessoas têm capacidade financeira para poder ter essa consulta”.

Deixe um comentário