Fábrica de Óculos do Cacém
Av. dos Bons Amigos, nº 38 A
Cacém, junto à estação
Seg-Sáb: 10:00 às 19:30
Hora de Almoço: 13:00 às 14:30
219 180 122
Ligue-nos

Estudo indica que usar óculos diminui o risco de ter coronavírus

Além das inúmeras vantagens já comuns nos dias normais, parece que usar óculos também traz benefícios, nestes tempos extraordinários de pandemia. Afinal de contas, de acordo com cientistas do hospital da Universidade de Nanchang, em Hong Kong, os olhos são um dos principais meios de o vírus entrar no corpo humano, daí que acreditem que os óculos ajam como uma barreira, impedindo que a Covid-19 se associe aos recetores ACE-2, ou seja, às proteínas que são uma espécie de ‘porta de entrada’ para o coronavírus.

Estas certezas baseiam-se num novo estudo, publicado na revista científica “JAMA Ophthalmology”, que analisou, entre 27 de janeiro e 13 de março, 276 pacientes admitidos numa unidade hospitalar e que eram doentes com Covid-19.

No decorrer da avaliação, chegou-se à conclusão de que 30 indivíduos (10.9%) usavam óculos, incluindo 16 casos de pessoas que viam mal ao perto e 14 que observavam mal à distância. Desses pacientes, 16 (5.8%) afirmaram usar os óculos durante um tempo prolongado, ou seja, durante mais de oito horas por dia.

Os investigadores compararam estes valores com um estudo de há 35 anos, com estudantes entre os sete e os 22 anos na província de Hubei, na China, que determinou que 31.5% das pessoas que viam mal ao perto usavam óculos. Ou seja, esses participantes teriam atualmente entre 42 e 57 anos – valores próximos à idade mediana de 31 para os doentes com Covid-19. Logo, a maioria da população está 5.4 vezes mais predisposta a usar óculos diariamente, comparativamente aos que foram diagnosticados com o coronavírus.

“O nosso principal achado indica que não existem muitos pacientes com Covid-19 que utilizem óculos por um período extenso todos os dias, o que pode levar a evidências preliminares que quem utiliza óculos diariamente está menos suscetível à Covid-19″, pode ler-se, na conclusão deste estudo.

Baseando-se nos dados apurados, os investigadores defendem que os óculos são um acessório que consegue “prevenir ou desencorajar os indivíduos a tocar nos olhos, o que evita que ocorra a passagem do vírus das mãos para a vista, fazendo com que quem use óculos frequentemente raramente fique infetado com o SARSCoV-2″.

Deixe um comentário